Como Manter as Finanças em Dia na Reforma

Não é fácil manter as finanças em dia, mesmo na reforma, quando o tempo em mãos é maior. Para manter o orçamento equilibrado na reforma pode dar os seguintes passos.

Viver com regras

Era uma vez um reformado que tinha 300 euros de reforma. Este reformado dizia aos familiares e amigos com orgulho que podia gastar 10 euros por dia em tabaco e álcool. Faleceu ao fim de três meses de reforma. Moral da história: se quer gozar da reforma deve viver ainda com regras de poupança e não com regras de consumo.

Mesmo na reforma deve fazer um orçamento e respeitar o mesmo.

Na verdade, para se safar na reforma deve começar a viver como um reformado.

Manter reservas

Uma das coisas para as quais deve poupar por precaução é a reforma. Agora que chegou à reforma pode estar mais descansado mas mesmo assim deve continuar a manter as reservas monetárias. Mantenha dinheiro de lado que seja suficiente para um mínimo de doze meses de despesas.

Investir com segurança

Por esta altura da vida já deve conseguir gerar rendimento passivo dos seus rendimentos ativos. Já possui fundos para isso e experiência financeira. Não deixe contudo de seguir as regras básicas do investimento. Dos investimentos devem surgir rendimentos que lhe garantam o pagamento de despesas para os próximos anos.

Saldar as dívidas

Estar reformado e ao mesmo tempo endividado não lhe garante segurança nem lhe passa qualquer sensação de conforto. Para dormir descansado deve encontrar formas de pagar as dívidas o quanto antes, se ainda as possuir nesta fase da vida.

Tendo estes quatro cuidados certamente viverá uma reforma feliz e confortável. Talvez até possa acompanhar o Economias noutro país do mundo, como num dos melhores sítios do mundo para se reformar.