Para viver financeiramente descansado, e não se limitar a reagir perante as complicações financeiras, deve saber como gerir melhor o dinheiro ao longo da vida.

À medida que um cidadão cresce, altera-se o modo de vida, surgem novos desafios e, por vezes, novas dificuldades. Assim, deixamos alguns conselhos sobre como agir em cada um desses momentos, de forma a gerir melhor o seu dinheiro.

Início da fase adulta

Quando acaba os estudos e está prestes a iniciar a vida profissional é o momento ideal para começar a pensar no seu orçamento. Siga estas dicas:

  • Faça um plano de acordo com os seus objetivos de vida para ter uma ideia do que irá precisar;
  • Se vive com os pais e não tem encargos com habitação, aproveite para deixar parte do seu ordenado de lado;
  • Controle a tentação de gastar, muito comum quando se começa a ganhar dinheiro e se tem poucas despesas;
  • Se vai comprar carro e precisa de crédito, procure vários bancos e faça diversas simulações até encontrar a melhor solução.

Constituir família

Quando chega o momento de sair de casa dos pais, outros desafios financeiros se colocam. Desde logo, com a escolha da casa e a família a crescer. Para melhor gerir o seu dinheiro:

  • Pondere a decisão de comprar ou arrendar habitação, de acordo com o seu bolso e o tamanho da família;
  • Se optar pela compra e precisa de um empréstimo, faça várias simulações e escolha a taxa de juro mais indicada. Para conseguir pagar, tente que a prestação não ultrapasse 40% do rendimento mensal;
  • Quando nasce o primeiro filho, abra uma conta-poupança. Sempre que puder, reforce ou encaminhe para lá as prendas monetárias que ele receber;
  • Crie um fundo de emergência que possa usar, por exemplo, numa situação de desemprego;
  • Comece a poupar para a reforma. Escolha um PPR ou um plano de investimento com que possa complementar o que vai receber da Segurança Social ou da Caixa Geral de Aposentações.

A partir dos 50 anos

Com os filhos já crescidos e uma carreira profissional, deverá pensar mais na reforma, reforçando o PPR e procurando formas mais seguras de rentabilizar o dinheiro.

Veja como planear a reforma de forma inteligente.

Chegado aos 66

Ao atingir a idade da reforma, pode passar de ativo a pensionista. Ficam alguns conselhos para essa fase:

  • Readapte o orçamento pessoal e familiar à nova condição de rendimentos. Pode ter que alterar hábitos, porque são previsíveis mais despesas, nomeadamente com a saúde;
  • Escolha a opção de resgate do PPR mais vantajosa: na totalidade ou como se fosse uma renda mensal;
  • Aproveite os descontos para a terceira idade, como é o caso dos transportes.

Em qualquer momento da sua vida, pode ainda procurar outras dicas de como gerir melhor o seu dinheiro, por exemplo, na internet. Visite alguns deste sites.