Como Funciona o Débito Direto

Seis perguntas, seis respostas. Veja como funciona o débito direto e retire dúvidas sobre a sua utilização.

O que é o débito direto?

O débito direto é um serviço de pagamento prático que consiste em debitar diretamente um valor devido da conta do devedor para entregar ao credor, não sendo necessária a ação do devedor. A comodidade é uma das vantagens do débito direto.

Que tipo de pagamentos se podem fazer?

Pode-se pagar automaticamente contas recorrentes como água, gás, eletricidade, telefone, seguros, segurança social, ou prestações bancárias, desde que estas resultem de contratos e as empresas permitam esse tipo de pagamento.

O débito direto é obrigatório?

O débito direto não é obrigatório para o devedor nem para o credor. É um meio de pagamento extra que o credor pode disponibilizar e que o devedor pode optar por usufruir.

Podem-se impor limites ao débito direto?

Sim. O cliente interessado em impor limites ao débito direto deve dirigir-se a uma caixa automática Multibanco e selecionar a opção "Débitos Diretos", seguido de "Autorização de Débito Direto" e de "Alteração da Autorização", atualizando então o " Montante Máximo" ou a "Data Limite" dos débitos.

Como saber das datas e valores dos débitos?

O credor tem a responsabilidade de notificar com antecedência o devedor da data da cobrança por débito direto, assim como do seu valor. Para saber se os débitos foram realizados convenientemente, o cliente deve consultar o seu extrato bancário com regularidade. Esta é uma das desvantagens do débito direto.

Como anular o débito direto?

Para anular o débito direto o cliente deve dirigir-se ao seu banco. Ele tem 8 semanas depois da realização de um débito para pedir o seu reembolso. O banco dispõe de 10 dias úteis, desde o pedido de reembolso, para repor a quantia ou recusar o pedido.

Se pretende apenas anular uma autorização entretanto concedida para pagamento, veja como pode cancelar o débito direto no Multibanco.

Saiba também como cancelar um débito direto não autorizado.