Como escolher um banco: 5 fatores a ter em conta

Se quer abrir uma conta e não sabe como escolher um banco, saiba que deve ter em conta cinco grandes critérios.

1. Vantagens e benefícios de cada banco

Em primeiro lugar é preciso definir os objetivos da conta e os serviços que procura por parte de um banco: se investimentos, financiamentos, poupança, etc. Se o seu intuito é poupar, por exemplo, deve escolher o banco que ofereça os melhores depósitos a prazo.

A comparação de produtos e de condições oferecidas por parte dos diferentes bancos é essencial. Para escolher o melhor banco para si, o cliente deve informar-se sobre a existência de produtos específicos para o seu perfil (jovens, estudantes, profissionais, etc.), com condições especiais.

2. Custos de manutenção e operações

É imperial aferir igualmente quais são as tarifas cobradas pelos bancos por uma determinada operação, a anuidade dos cartões, os custos de manutenção da conta, etc. Os encargos podem resultar num prejuízo superior a uma centena de euros por ano, se o cliente não prestar atenção a este ponto.

3. Credibilidade da instituição bancária

Como está a saúde financeira do banco em questão e qual é a sua reputação? O que é que os clientes dizem deste banco? Qual o nível de segurança oferecido pelo banco? Estas são questões que o cliente tem de ter em mente antes de tomar uma decisão, para correr o menor risco possível.

4. Abrangência geográfica

Antes de escolher um banco é importante verificar também a sua proximidade geográfica e se existem balcões e caixas automáticas espalhadas por várias localidades do país. Mesmo sendo possível realizar muitas operações pela internet, a visita ao balcão é sempre fulcral.

5. Atendimento

O atendimento é rápido e atencioso ou regista muitas filas e não é conhecido propriamente pela sua eficácia? É importante sentir-se bem com as pessoas que o atendem, no final de contas são estas que manuseiam o seu dinheiro.