Ative as notificações para receber todas as novidades sobre Impostos, Finanças e Poupança.
Por: João Paulo Moura

Como dividir os lucros de uma empresa

Como dividir os lucros da empresa não é nada de complicado. Na hora de usar o lucro da empresa, a divisão dos lucros pelos sócios é uma das opções mais utilizadas.

Divisão de lucros pelos sócios

Os sócios têm o direito à percentagem de lucro equivalente à sua quota parte da empresa. O contrato social da empresa dita qual a percentagem de cada sócio e a forma de separação dos lucros. Logicamente, se o sócio detém 20% da empresa, ele tem direito a 20% dos lucros da empresa.

Na hora de dividir os lucros de uma sociedade pode acontecer também a distribuição não proporcional, se esta estiver estipulada no contrato ou estatuto social. Neste caso, dois sócios que detenham 50% da empresa cada, podem distribuir os lucros de outra forma que não 50/50 se assim o tiverem acordado.

Periodicidade de distribuição de lucros

Tão importante como definir a quota dos sócios é estabelecer a periodicidade da distribuição do lucro, para que nenhum sócio se antecipe na divisão do lucro por determinada necessidade. A empresa só poderá fazer a distribuição de lucros no momento devido.

Pode ainda suceder o adiantamento por conta de lucros.

Processo de distribuição de lucros aos sócios

Para distribuir os lucros entre os sócios de uma empresa pode:

  • apurar os resultados da empresa ao detalhe, retirando os custos e as despesas à faturação (veja como calcular o lucro da empresa);
  • criar um fundo de reserva de lucros, numa determinada percentagem do lucro, que só será mexido em caso de emergência;
  • dividir o lucro entre o cada sócio da empre­sa, na proporção da sua participação no capital social (ou consoante a proporção previamente acordada), na devida data.

Leia ainda como reinvestir o lucro da empresa.