Existem diferentes formas de como dividir as contas entre o casal, cada uma com vantagens e desvantagens. Para o dinheiro não dividir o casal, eis as estratégias mais eficientes para dividir as contas do casal.

Fazer orçamento

Antes de dividir as contas, o casal deve fazer um orçamento com as despesas mensais estimadas e com o dinheiro que casal traz de rendimento para casa.

Dividir despesas

Depois de feito o inventário, pode-se passar à parte mais sensível: a divisão das despesas. Uma parte pode ficar com as despesas de alimentação, e a outra com as despesas de residência, por exemplo. Definir à partida quem paga o quê permite evitar desentendimentos.

Quando o casal quiser dividir as despesas 50-50 e os rendimentos das duas partes do casal forem assimétricos, ganhando uma parte mais do que a outra, o ideal é encontrar uma percentagem compatível com os ordenados para equilibrar as contas do casal, como 65% - 35% por exemplo.

Conta conjunta

Para dividir as despesas do casal pode-se abrir uma conta conjunta para as despesas encontradas no orçamento. É necessário contudo alguma disciplina, respeitando as percentagens estabelecidas previamente e não utilizando a conta para outros fins. Consultar os extratos com frequência é outra medida a tomar.

Contas separadas

Uma discussão típica sobre dinheiro são os gastos pessoais que parecem irrelevantes para a outra parte do casal. Se ele quer ir ao futebol, ou se ela quer ir ao cabeleiro, cada um deve pagar estas despesas do próprio bolso para fugir às discussões. Neste caso, se estipulado anteriormente quem paga o quê, o recurso à conta pessoal torna-se mais fácil.

Falar sobre o dinheiro não é fácil. Veja como falar de dinheiro com a cara metade.

Conheça ainda as estratégias de poupança para casais.