Não precisa ter receio de dizer ao seu superior que não está a proceder de forma correta, desde que saiba como dar feedback negativo ao chefe. O Economias ajuda-o.

A situação é delicada, mas há formas de o fazer sem melindrar o chefe e contribuindo para melhorar o desempenho.

No momento certo

Para dar feedback negativo ao chefe ou gestor, há que fazê-lo no momento certo, isto é, logo a seguir ao que motiva esse mesmo feedback. Além de ser mais fácil abordar a crítica e fazê-lo pensar no que terá feito de menos correto, será também uma forma de evitar a repetição dos incidentes.

Faça-o em privado

Uma das primeiras dicas para dar feedback negativo ao chefe é fazê-lo em privado. Mesmo que tenha implicações para toda a equipa, o ideal é abordá-lo a sós para que não se sinta constrangido perante os restantes colaboradores.

Controle as emoções

Mesmo que tenha preparado o discurso previamente, para dar feedback negativo ao chefe há que saber controlar as emoções. Se não o conseguir fazer, acabará por perder o controlo, não transmitir a mensagem corretamente ou acabar por dizer o que não queria.

Use o efeito sanduíche

Encaixar uma crítica entre frases positivas é o que define este efeito sanduíche. E é uma das formas mais eficazes de dar feedback negativo ao seu chefe. Não se limite a apontar o dedo, reconhecendo na conversa aspetos positivos do desempenho do seu superior, de forma a suavizar a conversa e fazê-lo ficar recetivo ao que pretende que o seu chefe mude na sua forma de trabalhar.

Critique o desempenho, não a pessoa

Como dar feedback negativo ao chefe de forma correta e eficaz depende ainda do enfoque que dá à conversa. Se o criticar enquanto indivíduo, vai criar uma barreira imediata e dificultar o passar da mensagem. Centre a sua abordagem no desempenho que quer corrigir e não na pessoa.

Se acha que não há revés e que o feedback não surtirá efeitos, só tem uma opção: dispensar o seu superior. Não é fácil, mas veja como demitir o seu chefe.