Para saber o valor que pagará de IVA sobre o preço de determinado bem ou serviço terá, antes de mais, de saber qual a taxa de IVA a que esse bem ou serviço está sujeito. Depois, é simples.

O valor do IVA é dado pela fórmula:

Valor do IVA = preço sem IVA x taxa de IVA

Exemplo genérico usando as taxas de IVA em vigor em Portugal continental:

  • taxa normal: valor do IVA = preço sem IVA x 23% 
  • taxa intermédia: valor do IVA = preço sem IVA x 13%
  • taxa reduzida: valor do IVA = preço sem IVA x 6%

Exemplo 1

Tem um orçamento de 50 euros para reparar o seu computador, sem IVA. Este serviço está sujeito a IVA à taxa normal. Vamos supor que está no continente e, então, a taxa a aplicar será de 23%:

  • 23% = 23/100 = 0,23
  • 50 x 0,23 = 11,50

Vai pagar 11,50 euros de imposto (IVA). No final, paga um PVP (preço de venda ao público ou preço com IVA incluído):

  • valor do serviço = 50;
  • valor do IVA à taxa de 23% = 11,50;
  • valor final da reparação = 61,50 euros.

Ou seja, um produto ou serviço ter IVA a uma determinada taxa, significa que vai pagar 2 parcelas:

  • parcela 1: o valor do bem sem IVA (preço base);
  • parcela 2: o valor do IVA (obtém quando multiplica o preço base/sem IVA, pela taxa de IVA);
  • resultando num preço final (PVP) = preço base + (preço base x taxa de IVA).

Se estivesse a reparar o computador na Madeira, faria 50 x 22% = 50 x 0,22 = 11 euros. O valor final seria de 50 + 11 = 61 euros.

Se estivesse nos Açores, a conta seria 50 x 16% = 50 x 0,16 = 8 euros. Valor final a pagar seria de 50 + 8 = 58 euros.

Exemplo 2

Suponhamos agora que a taxa aplicável é a intermédia: 13% no continente, 12% na Madeira e 9% nos Açores. Escolhemos ir buscar uma refeição pronta a consumir, sem bebidas (take away). Se a refeição custa 20 euros, o IVA será de:

  • no continente: 20 x 13% = 2,60;
    • valor final a pagar = 20 + 2,60 = 22,60 euros;
  • na Madeira: 20 x 12% = 2,40;
    • valor final a pagar = 20 + 2,40 = 22,40 euros;
  • nos Açores: 20 x 9% = 20 x 0,09 = 1,80;
    • valor final a pagar = 20 + 1,80 = 21,80 euros

Fórmula para acrescentar o IVA a um valor

Vimos já que: Valor do IVA = preço base x taxa de IVA.

Se sabe o preço base (sem IVA), e apenas pretende, diretamente, obter o preço final, já com o IVA incluído (PVP), pode fazer um "atalho" e usar a seguinte fórmula:

Preço final = preço base x (1 + taxa de IVA)

Em que:

  • para a taxa de 23%, seria: Preço final = preço base x 1,23
  • para a taxa de 13%, seria: Preço final = preço base x 1,13 
  • para a taxa de 6%, seria: Preço final = preço base x 1,09 

Com as taxas em vigor nos Açores e na Madeira a lógica é a mesma.

Vamos explicar o "atalho" (x 1,23; x 1,13; x 1,09) com a ajuda da matemática. Exemplificamos com 23%:

  • preço final = preço base + preço base x 23%: o "preço base" aparece nas duas parcelas;
  • preço final = preço base x (1 + 23%):  colocamos o "preço base" em evidência, para só nos aparecer uma vez;
  • preço final = preço base x (1+0,23);
  • preço final =  preço base x 1,23

Este raciocínio, ou esta fórmula, aplica-se a todas as taxas. O preço final é sempre dado por:

  • no continente: preço base x 1,23 / 1,13 / ou 1,06;
  • na Madeira: preço base x 1,22 / 1,12 / ou 1,05;
  • nos Açores: preço base x 1,16 / 1,09 / ou 1,04.  

Taxas de IVA em Portugal

O valor do IVA depende da taxa a que um bem ou serviço está sujeito e da região onde se encontra. As taxas em vigor nas 3 regiões portuguesas são as seguintes:

Tipo de TaxacontinenteMadeiraAçores
Normal23%22%16%
Intermédia13%12%9%
Reduzida6%5%4%

Se lhe apresentam o preço já com IVA incluído (o PVP) e quer saber quanto pagaria se não existisse o imposto, ou se a transação fosse isenta, saiba como retirar o IVA a um valor.

Pode ainda querer saber mais sobre acrescentar o IVA.