Para ser bem-sucedida, uma empresa startup tem de possuir uma base sólida. Segundo o Small Business Administration, metade das empresas abrem falência nos primeiros cinco anos de existência e 20% no primeiro ano. Os dados são alarmantes, funcionado como uma chamada de atenção para as empresas emergentes.

1. Uma boa localização

Existem muitos custos na abertura de uma empresa. Um deles, essencial, é a localização. Para o sucesso da empresa será pertinente encontrar uma localização estratégica junto de clientes e fornecedores. Para assegurar a viabilidade financeira, os especialistas recomendam não gastar mais de 10% das receitas em renda.

2. Uma forte presença online

Esta localização também inclui a componente virtual. Uma empresa deve possuir uma morada online de fácil acesso, que surja rapidamente nas pesquisas do Google não só pelo nome da empresa, mas também pelas soluções ou produtos que ela oferece. Assim ela será encontrada também por quem não a conhece. Para isso poderá ser necessário investir em mais do que um domínio e reencaminhar todos para o mesmo site. Especial atenção deve ser concedida também às redes sociais, cada vez mais importantes para as empresas.

3. Uma forte rede de contactos

Uma empresa em fase inicial tem de ter um suporte sólido onde sustentar as diferentes vertentes da sua atividade. Nos terrenos onde não tem tantas certezas, um apoio externo especializado consegue ajudar e resolver uma determinada questão. Assim, é importante fazer parte de associações na área em que se opera, para apoio no desenrolar da atividade. Uma forte rede de contactos engloba novos talentos, especialistas da indústria, consultores, advogados, etc.

4. Um plano rigoroso

Uma empresa tem de se basear num plano de negócios bem delineado. Todas as empresas querem lucro. Mas como se chega a esse lucro? E o que é o lucro exatamente?

Será necessário delinear uma margem de lucro e um plano minucioso de ação para atingir esse tão desejado lucro.

5. Um fundo de maneio

Muitas falências de empresas acontecem pela falta de liquidez. Quem tem um fundo de maneio consegue responder a problemas como atrasos nos recebimentos e de dívidas urgentes a saldar. Quanto mais largo for este fundo de maneio, mais segurança a empresa goza.

6. Um bom produto

De nada valem os esforços sem um produto em que as pessoas acreditam e desejam. Qualquer empresa sem um produto ou serviço de qualidade acaba por falhar. Por mais que uma ideia seja boa, ela não tem sucesso se não responder a uma necessidade das pessoas ou se não inspirar as pessoas a gastarem dinheiro nela.

Será necessário olhar pelos olhos do consumidor, pensar nas suas necessidades, realizando pesquisas de mercado e testando um produto ou serviço antes de investir nele.

Também o preço deste produto tem de ser bem estudado.