Ative as notificações para receber todas as novidades sobre Impostos, Finanças e Poupança.
Por: João Paulo Moura

6 Coisas que nunca pode cortar do seu orçamento

No Economias encontra muitas dicas para cortar nas suas despesas mensais. Basta fazer uma pesquisa por aquilo que quer poupar. Mas se é possível poupar dinheiro em variadas coisas, a verdade é que algumas coisas são indispensáveis, não se recomendado riscar as mesmas do orçamento mensal.

1. Seguro do carro

Não há volta a dar: o seguro do carro é obrigatório. Mas por um pouco mais de dinheiro consegue obter proteções extra importantes como a quebra de vidros e furto, por exemplo.

Ter um seguro contra todos os riscos é uma garantia que lhe permite ir a um festival de música descansado ou estacionar o carro durante a noite longe de casa numa zona isolada.

Para diminuir o preço do seguro automóvel pode fazer o pagamento integral do prémio, entre outras estratégias.

2. Seguro da casa

Outra despesa onde não deve cortar é o seguro da casa, na proteção dos seus bens. Basta um incêndio para destruir todos os preciosos bens amealhados ao longo de uma vida.   

Caso ainda não tenha protegido os seus bens, confira como fazer o seguro do recheio da casa.

3. Seguro de saúde

Uma vez mais seguros. A questão se um seguro de saúde compensa não é de agora. Cada caso será um caso, mas na prática sucede que dois terços das falências estão ligadas a contas médicas.

Quando surge um problema grave de saúde as contas médicas podem ascender a milhares de euros, alastrando-se um fogo nas contas bancárias difícil de apagar.   

Saiba como escolher o melhor seguro de saúde para si.

4. Pagamento da dívida

Quem está a pagar juros altos nas suas dívidas deve estabelecer como prioridade o saneamento das suas dívidas. Adiar este pagamento só aumenta o preço total a pagar.

Opte pelas melhores formas de pagar as dívidas para fechar a fuga de água (dinheiro) desta torneira o quanto antes.

5. Pagamento de impostos

Não só as dívidas levam ao pagamento de juros altos. Também o lapso de não entregar as declarações atempadamente e de não pagar os impostos dentro do prazo leva ao pagamento de multas e de juros de mora.

Conheça o perdão fiscal e retire as suas dúvidas sobre as dívidas fiscais.

6. Fundo de emergência

Ter uma almofada financeira que lhe permita dormir descansado à noite é outra coisa para a qual deve trabalhar. Entre as coisas para as quais deve poupar por precaução estão o desemprego, as avarias e as doenças.

Se criar um fundo de emergência poderá viver mais tranquilamente sabendo que está garantido para vários meses de despesas sem a entrada de novos rendimentos.