10 coisas que ficam mais caras em 2019

O ano 2019 chegou e com ele uma subida generalizada dos preços, que afeta vários setores. Este agravamento dos preços é consequência dos aumentos dos impostos, da inflação, do salário mínimo e do índice de preços.

10 coisas que vão ficar mais caras em 2019

Prepare a sua carteira porque há, pelo menos, 10 coisas que vão ficar mais caras em 2019.

1 - Rendas

Em 2019, as rendas das casas aumentam 1,15%. Este aumento é superior ao registado nos últimos anos:

AnoAumento das rendas
20191,15%
20181,12%
20170,54%
20160,16%

2 - Portagens

É previsível que as portagens subam 0,88%, em consequência do aumento da taxa de inflação.

3 - Transportes públicos

Os preços dos transportes públicos urbanos sobem 1,14%.

No entanto, em 2019 é criado o passe único para transportes em Lisboa e Porto. O custo é de € 30 para transportes num município e € 40 para viagens entre municípios. As crianças até aos 12 anos viajam gratuitamente.

4 - IUC

O Imposto Único de Circulação sobe 1,3%. As tabelas do IUC foram atualizadas de acordo com o sistema de medições poluentes dos automóveis (WLTP). Para diminuir o impacto fiscal desta atualização, foi introduzido um fator de correção das emissões de C02.

As taxas de ISV não aumentaram, ao contrário do que estava previsto na Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2019.

5 - Inspeções de veículos

As inspeções do automóvel também ficam mais caras, apesar de os aumentos serem apenas de alguns cêntimos. Eis os novos preços a pagar pelas inspeções:

Tipo de inspeçãoTarifa + IVA 23%
Veículos Ligeiros€ 31,43
Veículos Pesados€ 47,02
Motociclos, triciclos e quadriciclos€ 15,83
Reboques e semirreboques€ 31,43
Reinspeção de inspeções€ 7,87
Atribuição ou reposição de matrícula€ 78,44
Extraordinária por acidente€ 109,70
Emissão de segunda via da ficha/certificado de inspeção€ 2,95

6 - Tabaco

O tabaco deverá ficar € 0,10 mais caro, em resultado de uma aumento em 5 cêntimos do respetivo imposto, que se prevê que seja compensado por um aumento superior do preço de compra do maço pelos consumidores.

7 - Pão

Em consequência do aumento do preço da farinha, o preço do pão também deverá aumentar.

8 - Refrigerantes

As bebidas com açúcar ficam mais caras, devido ao aumento dos impostos a que estão sujeitas. Refrigerantes com menos de 25 g por litro pagam € 1 por 100 litros, entre 25 e 50 g por litro pagam € 6 por 100 litros, entre 50 e 80 g por litro pagam € 8 por 100 litros, e com mais de 80 g por litro pagam € 20 por 100 litros.

9 - Telecomunicações

As operadoras de telecomunicações NOS e MEO vão aumentar os preços dos seus serviços. A MEO já disponibilizou o novo preçário, pode consultá-lo aqui. Até ao momento, a Vodafone não anunciou qualquer aumento.

10 - Sacos de plástico

O preço dos sacos de plástico aumenta de € 0,08 para € 0,12. O valor com IVA deve fixar-se nos 15 cêntimos.

Saiba mais no artigo Proposta de Orçamento do Estado 2019: 20 medidas a que deve ficar atento.