A carência de capital é uma possibilidade para os assinantes de um crédito à habitação. Com a carência de capital é possível pagar apenas os juros de um crédito por um determinado período de tempo (geralmente de 6 a 24 meses, dependendo do banco, no máximo 120 meses).

Vantagens da carência de capital

Esta modalidade é recomendada para as pessoas que estão no inicio de carreira e têm pouco dinheiro em mãos, mas que preveem conseguir mais dinheiro a curto prazo, assim como para quem comprou casa e ainda não conseguiu vender a casa antiga. É uma opção momentânea, para poupança imediata.

A carência de capital permite reduzir a prestação mensal com a habitação por uns tempos, com a amortização a acontecer somente alguns meses depois de iniciado o empréstimo.

Desvantagens da carência de capital

A grande desvantagem é o empréstimo ficar mais caro no seu total. Apesar de se pagar apenas os juros, com a carência de capital adia-se a amortização do empréstimo.

Se ela é útil no início de contrato (quando se tem de pagar as despesas de contratação), passado o tempo de carência, a dívida continua igual ao dia da contratação, e as prestações mensais com a habitação aumentam.

Se na carência de capital a situação melhorar, recomenda-se pedir ao banco para amortizar capital de imediato.