Calendário escolar 2018/2019

Andrea Guerreiro
Andrea Guerreiro
Advogada e Mestre em Direito Fiscal

Para que possa acompanhar as atividades dos seus filhos e planear as férias escolares, damos-lhe a conhecer o calendário escolar para o ano letivo 2018/2019, bem como o calendário de provas e exames nacionais dos ensinos básico e secundário.

Férias escolares do Natal, Carnaval e Páscoa

Para que as crianças possam descansar e usufruir das quadras festivas do Natal, Carnaval e Páscoa, o calendário escolar contempla três períodos de férias escolares.

As férias do Natal começam a 17 de dezembro de 2018 e terminam a 2 de janeiro de 2019, para o ensino corrente, e a 24 de dezembro de 2018, para o ensino especial.

As férias do Carnaval é igual para todos os alunos, e decorre entre os dias 4 e 6 de março de 2019.

As férias da Páscoa, no caso do ensino corrente, têm início a 8 de abril e terminam a 22 de abril de 2019, e no ensino especial, decorrem entre os dias 1 e 5 de abril de 2019.

Férias escolares do pré-escolar, ensino básico e secundário

FériasInícioFim
Natal

17 de dezembro de 2018

2 de janeiro de 2019

Carnaval

4 de março de 2019

6 de março de 2019

Páscoa8 de abril de 2019

22 de abril de 2019

Férias escolares do ensino especial

FériasInícioFim
Natal17 de dezembro de 201824 de dezembro de 2018
Carnaval4 de março de 20196 de março de 2019
Páscoa1 de abril de 20195 de abril de 2019

Início e termo das aulas do 1.º, 2.º e 3.º períodos

As aulas do 1.º período começam entre os dias 12 e 17 de setembro, para os alunos de todos os ciclos, e terminam a 14 de dezembro.

O 2.º período começa no dia 3 de janeiro e termina a 5 de abril.

O 3.º período começa a 23 de abril, e termina em datas diferentes consoante os anos de escolaridade: para o pré-escolar e primeiro ciclo terminam a 21 de junho; o 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 10.º anos terminam a 14 de junho; e os 9.º, 11.º e 12.º terminam a 5 de junho.

Aulas do pré-escolar, ensino básico e secundário

Períodos letivosInícioFim
1º Períodoentre 12 e 17 de setembro de 201814 de dezembro de 2018
2º Período3 de janeiro de 20195 de abril de 2019
3º Período23 de abril de 2019

5 de junho de 2019 para os alunos dos 9.º, 11.º e 12.º anos.

14 de junho de 2019 para os alunos dos 5.º, 6º, 7.º, 8.º e 10.º anos.

21 de junho de 2019 para os alunos do pré-escolar e 1.º, 2.º, 3.º e 4.º anos

Calendário escolar do ensino especial

As atividades letivas das crianças que frequentam estabelecimentos de ensino especial organizam-se de forma diferente. O ano letivo organiza-se, apenas, em dois períodos. O primeiro período inicia-se entre 3 e 7 de setembro e termina a 31 de dezembro de 2018, e o segundo período tem início a 4 de janeiro e termina a 7 de junho de 2019.

Períodos letivosInícioFim
1.º Períodoentre 3 e 7 de setembro de 201831 de dezembro de 2018.
2.º Período4 de janeiro de 20197 de junho de 2019

Provas de aferição do ensino básico

As provas de aferição são realizadas pelos alunos do 2.º, 5.º e 8.º anos e permitem obter, de forma imparcial, dados sobre o progresso escolar dos alunos portugueses. Não contam para a avaliação, mas devem ser levadas a sério, já que é através delas que é possível identificar quais as maiores dificuldades de determinada faixa etária, para se reorganizar o ensino de modo a ultrapassá-las.

AnoProvaData
2.º ano

Expressões Artísticas e Expressões Físico-Motoras

Português e Estudo do Meio

Matemática e Estudo do Meio

entre 2 e 10 de maio

17 de junho

19 de junho

5.º ano

Matemática e Ciências Naturais

História e Geografia de Portugal

Educação Física

6 de junho

12 de junho

entre 20 e 29 de maio

8.º ano

Português e Português Língua Segunda

História e Geografia

6 de junho

12 de junho

Provas finais de ciclo

As provas finais do 3.º ciclo, feitas pelos alunos do 9.º ano, decorrem em duas fases. A primeira entre os dias 18 e 27 de junho e a segunda entre os dias 19 e 22 de julho.

As pautas dos resultados da primeira fase são afixadas a 15 de julho, e os resultados da reapreciação de provas são conhecidos a 12 de agosto. No que respeita à segunda fase, as pautas são afixadas a 5 de agosto e os resultados da reapreciação podem ser consultados a 26 de agosto.

Provas do 9.º anoDisciplinaData
1.º fase

PLNM

Português e Português Língua Segunda

Matemática

18 de junho

21 de junho

27 de junho

2.º fase

Português, Português Língua Segunda e PLNM

Matemática

19 de julho

22 de julho

Calendário dos exames nacionais do ensino secundário

O resultados dos exames nacionais têm muito influência no curso e instituição de ensino escolhida pelos alunos para prosseguirem os estudos superiores. É muito importante conhecer o calendário dos exames nacionais para planear atempadamente o estudo e não cometer erros que impeçam a entrada na universidade.

Datas dos exames nacionais do 11.º ano

11.º ano1.ª Fase2.ª Fase
Filosofia17 de junho19 de julho
Latim A18 de junho18 de julho
Física e Química A19 de junho18 de julho
Geografia A19 de junho23 de julho
História da Cultura e das Artes19 de junho18 de julho
História B21 de junho22 de julho
Matemática B25 de junho22 de julho
Matemática Aplicada às Ciências Sociais25 de junho22 de julho
Biologia e Geologia26 de junho23 de julho
Economia A26 de junho18 de julho
Inglês26 de junho22 de julho
Francês26 de junho22 de julho
Espanhol26 de junho22 de julho
Alemão26 de junho22 de julho
Geometria Descritiva A27 de junho23 de julho
Literatura Portuguesa27 de junho18 de julho

Datas dos exames nacionais do 12.º ano

Exames nacionais 12.º ano1.ª Fase2.ª Fase
Português, Português Língua Segunda e PLNM18 de junho19 de julho
Desenho A21 de junho23 de julho
História A21 de junho23 de julho
Matemática A25 de junho22 de julho

As pautas da 1ª fase são afixadas a 12 de julho e os resultados dos processos de reapreciação a 12 de agosto. As pautas da 2ª fase são afixadas a 5 de agosto e os resultados dos processos de reapreciação a 26 de agosto.

Para obter informações sobre o calendário dos estabelecimentos de ensino especial consulte o Despacho n.º 6020-A/2018.

Andrea Guerreiro
Andrea Guerreiro
Licenciada em Direito e mestre em Direito Fiscal pela Universidade Católica Portuguesa. É advogada, professora e formadora.