As Mentiras Mais Frequentes nos Currículos

Pode conhecer as mentiras mais comuns nos currículos de acordo com os recrutadores já aqui. Uma pesquisa do portal de emprego CareerBuilder junto de 2188 recrutadores nos Estados Unidos concluiu que as mentiras mais frequentes nos currículos são:

  1. Conjunto de capacidades
  2. Conjunto de responsabilidades
  3. Data de empregos
  4. Cargo do emprego
  5. Nível académico
  6. Empresas em que trabalhou
  7. Reconhecimentos e prémios

Como detetar mentiras em currículos

Mentir num currículo pode ser facilmente descoberto pelo recrutador, da seguinte forma.

Capacidades - Idiomas

É fácil dizer que se fala várias línguas, mas quando se faz uma entrevista noutro idioma, a questão complica-se, vindo a verdade à tona.

Responsabilidades e cargo

Uma mentira comum é exagerar as responsabilidades nos antigos empregos e embelezar os nomes dos cargos que se desempenharam. Mas o recrutador pode pedir referências ao candidato, caso não as tenha já no currículo, para confirmar com o antigo empregador.

Motivo de despedimento

Esconder a verdadeira razão de saída do antigo emprego também pode ser facilmente descoberto se o recrutador contactar o antigo empregador.

Datas

Se na entrevista de emprego o candidato não tiver as datas dos empregos na ponta da língua e se começar a meter os pés pelas mãos, o recrutador pode entender que ele está a mentir sobre estas. A honestidade ganha pontos junto do recrutador, a mentira não ganha nada, pelo contrário.

Cursos

Sim, há quem minta na educação. Mas o recrutador geralmente pede certificados de habilitações e de formação quando está interessado num candidato. Mentir é uma forma garantida de se ser despedido.

Salário

O candidato é tentado a subir o ordenado anterior para obter um pagamento melhor no novo trabalho. Contudo, isto pode ser um tiro no pé, pois o recrutador pode recuar na intenção de contratar o candidato por não conseguir pagar esse salário, para além de nem sequer o chamar para nova fase de entrevista, se o recrutador desconfiar do pagamento mencionado (e se telefonar mesmo para a empresa anterior).