As 6 piores coisas que provavelmente já fez para ganhar dinheiro

Como o dinheiro não cai do céu, convém ir à procura dele e fazer os possíveis para que este entre na carteira. Os meios utilizados para ganhar dinheiro são vários, mas muitos deles são bem desagradáveis. Estes são apenas 6 exemplos comuns de chatos trabalhos que se fazem para ganhar dinheiro.

Angariação de clientes/vendas

Muita gente já teve (e tem) que vender algo, um produto ou serviço, por telefone ou presencialmente. Vender não tem nada de mal, mas chatear uma pessoa que só quer estar descansada na sua vida não é uma tarefa fácil.

Atendimento ao cliente

Levar com as queixas de um cliente em cima não é muito agradável. Existem vários tipos de clientes e um deles é o cliente resmungão, que se pode tornar ofensivo e mal educado. Este é assim um dos trabalhos mais chatos que se pode ter.

Sucata/reciclagem

Não nos entendam mal. Reciclar é um ação louvável. O rendimento que dele advém é que é inglório para todo o esforço que ele requer. Se já andou a recolher papel para reciclar, por exemplo, sabe que isso dá muito trabalho e que precisa de reunir enormes quantidades para conseguir um proveito mínimo.

Inquéritos e cliques

Outra tarefa custosa que pode ter feito para ganhar dinheiro é ter passado horas a fio a responder a inquéritos online, ou a clicar em publicidades, para receber um pagamento mínimo ao fim de um número infinito de cliques.

Trabalhos ilegítimos caseiros

Uma das várias falsas promessas que encontra todos os dias, sobretudo em sites e em anúncios de emprego, é dobrar circulares. O processo é aparentemente simples: a pessoa tem de comprar o material para a dobragem e trabalhar duramente, para receber um salário de sonho, mas na verdade a pessoa acabar por ficar sem o dinheiro que investiu e por entrar num processo ilegal de lavagem de dinheiro.

Arbitrar

Um árbitro é uma profissão de futuro num país ávido consumista de futebol como Portugal. Porém, por mais que se goste de futebol, é preciso ser-se um pouco masoquista para se aguentar tanta agressividade e falta de educação/respeito.