As 10 maiores fortunas portuguesas

As 25 maiores fortunas portuguesas equivalem a 8,5% do PIB português (173 mil milhões de euros), perfazendo 14,7 milhões de euros. A maior parte deste valor concentra-se nos quatro primeiros lugares do ranking das fortunas portuguesas.

Top 10 das maiores fortunas de Portugal

No final de 2015 as maiores fortunas amealhadas em Portugal são:

  1. Américo Amorim: 2484,2 milhões de euros (3298,3 milhões de euros em 2014)
  2. Alexandre Soares dos Santos: 1763,2 milhões de euros (1634,6 milhões em 2014)
  3. Belmiro de Azevedo: 1382,5 milhões de euros (1225,8 milhões em 2014)
  4. Família Guimarães de Mello: 1189,4 milhões de euros (1224,8 milhões em 2014)
  5. António da Silva Rodrigues: 967 milhões de euros (762 milhões em 2014)
  6. Família Alves Ribeiro: 663 milhões de euros (505,2 milhões em 2014)
  7. Fernando Campos Nunes: 539,2 milhões de euros (400,9 milhões em 2014)
  8. Dionísio Pestana: 506,6 milhões de euros (entrada no top)
  9. Maria Isabel dos Santos: 448 milhões de euros (429 milhões de euros em 2014)
  10. Fernando Figueiredo dos Santos: 448 milhões de euros (429 milhões em 2014)

Este top das fortunas portuguesas é elaborado anualmente pela revista Exame, que avalia o património pelo valor das sociedades detidas, cotadas e não cotadas em bolsa. Apesar da crise económica estas fortunas valorizaram em relação ao ano anterior. Em 2014 elas somavam 14,3 mil milhões de euros.

Apesar dos valores astronómicos, as maiores fortunas portuguesas não se comparam às maiores fortunas do mundo.