Confira o que mudou no pagamento com cartão sempre que utiliza este meio para o pagamento das suas compras nos terminais de pagamento automático (TPA). Desde 9 de junho de 2016 que o sistema de pagamento por cartão foi alterado em Portugal para acompanhar o regulamento europeu de taxas de intercâmbio de cartões.

Quais são as novas regras nos pagamentos com cartões?

Ao fazer o pagamento por cartão, o cliente, antes de inserir o código, tem de escolher o meio através do qual deve ser feita a transação.

Assim, no tradicional método de pagamento “verde-código-verde” foi incluído uma pergunta extra que obriga (em muitos cartões) o cliente a escolher entre “Multibanco” e outra (ou outras) opções.

As opções que surgem no ecrã do TPA são “Visa” ou “Mastercard”, de acordo com o tipo de cartão do cliente, e “Multibanco”. Cabe ao cliente escolher o método de pagamento, inserindo depois o código do cartão.

Porque não surge sempre esta questão?

A pergunta sobre a modalidade de cartão a usar só surge no TPA se o vendedor possuir um contrato com as diferentes marcas do cartão do cliente, caso contrário só é possível usar o método tradicional “verde-código-verde”.

E no caso dos cartões com duas funções?

Nos pagamentos com cartões com as funções de débito e de crédito, o cliente também tem de escolher a modalidade de pagamento que pretende.

Se o cartão for de débito, a operação será sempre realizada a débito, estando o cliente a escolher apenas a marca Multibanco (nacional) ou outra marca internacional (Visa, Mastercard, ou American Express, por exemplo).

Só será realizado o pagamento a crédito se o cliente utilizar um cartão com esta modalidade para realizar a operação.

Existem custos para o cliente?

Segundo a SIBS, a entidade responsável pela gestão da rede Multibanco em Portugal, esta seleção não tem custos para o cliente. Os custos existentes variam de acordo com a seleção somente para o vendedor.