8 Perguntas difíceis a fazer à futura esposa ou esposo

Amigos, amigos, negócios à parte. Namorados, namorados, finanças à parte. Ou nem por isso? Quem vai casar vai começar uma vida a dois, mas que se quer na verdade resumir a uma, incluindo economicamente. Mesmo que seja embaraçoso, antes de se avançar para uma nova vida há-que discutir os assuntos, em especial as economias do casal.

Qual é o teu ordenado?

Quem vai casar já deve saber a reposta do outro a esta pergunta. Caso ainda não se saiba, este é o momento para se colocar as questões na mesa e descobrir. A ideia não é criar constrangimentos com quem ganha mais ou menos, mas descobrir com o que se pode contar para a vida que se avizinha.

Veja: Como falar de dinheiro com a cara-metade

Quais as tuas poupanças?

Para começar uma vida a dois é importante saber o que se tem para o futuro próximo. Esta pergunta pode parecer um tabu mas a verdade é que a sua resposta é importante, podendo até adiar um casamento por não se reunirem ainda condições financeiras para tal.

Qual o teu historial de crédito?

Depois de se casar, o problema de crédito pode passar para a outra cara metade do casal, pelo que convém perguntar como está o cadastro junto do Banco de Portugal do ser amado, antes de se descobrir o mesmo da pior forma, ao ser negado o acesso a um novo crédito.

Que dívidas tens?

Esta pergunta difícil de se fazer também tem de ser feita (e tem de ser respondida com sinceridade). Casar com alguém endividado corresponde a casar também com as suas dívidas.

Que seguros tens?

Caso o parceiro tenha um seguro melhor, como o de saúde, esta é altura ideal para fazer um novo seguro.

Que descontos fazes?

Os descontos para a reforma serão um fator a pesar nas contas do orçamento do casal. Pode até ser necessário fazer ajustamentos às contribuições.

Que regime de casamento tens em mente?

Antes de casar é preciso escolher um regime de bens para a união.

Quais os teus objetivos financeiros?

Finalmente, mas não menos importante, está o planeamento financeiro a dois. Os dois membros do casal devem partilhar objetivos financeiros e começar a planear um orçamento para a nova vida.

Fique a par das 7 conversas monetárias a ter antes de casar.