Antes de tomar decisões deve ter alguns cuidados. No caso das decisões também se aplica o ditado de que mais vale prevenir do que remediar.

Recolher informação

A primeira das dicas para tomar decisões passa por reunir toda a informação relevante para poder medir os prós e os contras do problema ou situação. As decisões devem ser tomadas com base na informação, na razão, e não na emotividade.

Analisar a situação

Depois de recolhidas muitas informações torna-se mais fácil tomar uma decisão. Para isso é preciso fazer uma lista dos possíveis resultados de escolher cada uma das várias opções disponíveis.

Medir vantagens

Mesmo tendo encontrado mais vantagens para uma determinada escolha, tem ainda de comparar a importância das vantagens enumeradas. 5 vantagens importantes de uma determinada escolha podem ser mais proveitosas do que 10 vantagens de relevância média de uma outra opção.

Medir os obstáculos

Cada pessoa está ciente das suas limitações e da sua capacidade de superação de obstáculos. Como tomar decisões é um processo que também deve ter em conta a colocação de barreiras à pessoa e a sua possibilidade ou não de superação. Uma decisão pode ser uma oportunidade para uma pessoa superar-se mas também pode ser um meio de ela conhecer melhor as suas limitações.

Marcar a decisão

Estipule um prazo para tomar a sua decisão. As decisões não devem ser tomadas à pressa e sob pressão mas sim após um bom período de reflexão.

Preparar planos de resposta

Para cada decisão deve haver um plano de resposta. Algumas situações são previsíveis pelo que se aconselha a preparar um cenário de reação a elas. Um plano de resposta a adotar pode ser importante na decisão final a tomar.

Não recear

Não tome decisões por medo nem receie as consequências, seja otimista e decidido. Encare as decisões como oportunidades (porque é o que elas são na realidade) e dê graças por poder escolher. Olhe para eventuais erros como formas importantes de aprendizagem.

Meça os prós e contras de uma decisão, seja racional, mas não deixe de utilizar o coração. Siga o instinto e não tenha medo de falhar. Não faltam decisões pela frente para compensar más escolhas anteriores.

Fique com truques para tomar melhores decisões.