Preste atenção a estes truques que os restaurantes utilizam nos seus menus para evitar ficar com um sorriso amarelo no rosto quando recebe a conta da sua refeição.

Sinal de euros

Vários restaurantes escolhem não colocar o sinal de euros no seu menu. É um truque psicológico. A ideia é que a pessoa pense na comida a degustar e não no dinheiro a gastar. Este é um dos truques nas etiquetas que deve ter em atenção.

Aumento de preço

Os restaurantes sabem que a vida está cara e que os clientes não querem gastar muito dinheiro numa refeição. Mas eles sabem que o cliente não quer escolher o prato mais barato, por vergonha. Assim, o segundo prato mais barato, ou o segundo vinho mais barato, tem em alguns locais o preço aumentado.

Adjetivos e hipérboles

Para a pessoa pensar menos em dinheiro e mais em comida, os restaurantes preparam outra estratégia: a adjetivação da comida. Uma saborosa descrição da comida cria sempre mais apetite na mente do cliente. Sabor caseiro, por exemplo, tenta criar familiaridade no cliente. Descrição étnica (comum na comida italiana) ajuda ao exotismo e mistério de comida que na verdade é bem vulgar.

Imagens

Melhor do que as palavras são as imagens. Umas fotografias tentadoras dos menus fazem crescer água na boca do cliente. O pior é quando a comida não tem nada a ver com a fotografia.

Sugestões

Alguns pratos são destacados no menu, ou colocados de parte, como as sugestões do chefe. É uma forma de levar o cliente a esquecer os preços e a ser levado pelas opiniões.

Localização

Como a pessoa presta mais atenção à parte superior e direita dos menus, os pratos mais baratos costumam estar em baixo e à esquerda. Os pratos mais proveitosos para o restaurante estarão também em destaque, com caixas ou formatação especial.