É necessário poupar em todas as fases da vida, os 30 não são exceção. Na verdade, existem várias razões para poupar dinheiro nesta década em especial.

Casamento

Muita gente com três décadas de vida dá o nó nesta altura (os homens sobretudo, que costumam ser mais velhos do que as suas respetivas mulheres), depois de vários anos de namoro. A poupança tem de ter os cuidados redobrados pois a vida solitária acabou.

Casa

Comprar casa não é a melhor jogada para todos mas é um investimento certo para muitos na casa dos 30. Ainda é uma ideia comum entre as pessoas que querem formar uma família, que traz estabilidade e disciplina financeira. É uma das maiores despesas que uma pessoa tem na vida.

Filhos

Os filhos surgem frequentemente na década dos 30, depois de se terminar um curso e se ter encontrado um emprego estável. A partir daqui é preciso poupar para os filhos e não apenas para si ou para o casal. Os custos de ter uma criança em Portugal são elevados.

Reforma

Pode-lhe parecer exagerado, mas na realidade a idade recomendada para se fazer um plano de complemento à reforma é aos 35 anos. Isto se o ordenado ainda o permitir, pois os motivos para poupar nos 30 são diversos, como temos visto.

Dívida

Muita gente começa a endividar-se na casa dos 30 anos. A dívida começa de forma ligeira, como que de uma forma inocente, mas ela pode alastrar-se como um vírus e comprometer o todo resto da vida da pessoa. Quanto mais cedo se rasgar esta dívida, melhor.

Emergências

Na vida nada é certo, só a morte. Desemprego e doença são duas das coisas para as quais devia poupar por precaução. Uma forma de poupar facilmente é reencaminhar automaticamente uma percentagem do ordenado para uma conta a prazo.

Conheça ainda os maiores erros que se cometem nos 30 anos.