6 formas de ser despedido que você desconhecia

Existem formas de ser despedido mais óbvias do que outras. Algumas podem parecer estranhas, mas a verdade é que podem levar mesmo ao despedimento de um trabalhador.

Representar erradamente a empresa

Pode ser despedido por dar uma má imagem da empresa. Caso não represente devidamente a sua empresa, arrisca-se a sair pela porta pequena. Nunca fale mal dos serviços ou produtos da sua empresa, se não quer dar razões aos seus superiores para o despedirem.

Passar informação indevida

Mais do que um embaixador da empresa, o trabalhador é uma fonte de informação privilegiada sobre a empresa. Passar informações confidenciais a outras pessoas ou empresas pode também levar a pessoa ao despedimento (sobretudo se isso estiver estipulado no contrato).

Falar mal dos colegas e do patrão

Falar mal do patrão tem desde logo o perigo de este descobrir e não gostar da situação. Falar mal dos colegas do trabalho também provoca mau ambiente de trabalho e quando algo está errado num local, corta-se o mal pela raiz.

Fofocas

As fofocas dentro e fora da empresa podem assumir proporções desmesuradas e a situação descontrolada e irreparável levar ao despedimento dos seus causadores.

Redes sociais

Desde a fotografia mais boémia ao comentário mais infeliz ou confidencial, o trabalhador que der uma má imagem da empresa nas redes sociais pode abrir o seu próprio processo de despedimento. Nada do que se coloca nas redes sociais é privado.

Beleza

Sim, é possível ser-se despedido pela beleza imensa que se possui. Mesmo recorrendo ao tribunal, há casos nos Estados Unidos de pessoas que foram despedidas por serem demasiados belas, sendo apontadas como distrações ao trabalho e tentações à integridade do casamento. Assim, as pessoas muito atraentes são um tipo de pessoas que os recrutadores evitam contratar.