O casamento fica caro, a nível de cerimónia, mas as vantagens fiscais e financeiras do casamento acabam por compensar ao longo do tempo. Estes são 5 exemplos de formas do casamento lhe poupar dinheiro.

IRS

As tabelas de retenção na fonte apresentam valores mais simpáticos para casados. Esta é uma das vantagens económicas do casamento: a menor tributação de rendimento.

Já a declaração anual de IRS pode ser entregue em conjunto ou em separado, sendo possível poupar dinheiro com a união das finanças do casal.

Os limites das deduções são também maiores para as famílias do que para sujeitos passivos solteiros.

Seguros

Os seguros para casados ficam tradicionalmente mais baratos do que os seguros para solteiros. Se fizer um seguro de agregado familiar automóvel, por exemplo, vê reduzido o valor do prémio do seguro a pagar.

Os casais com seguros na mesma seguradora podem desfrutar de descontos valiosos.

Benefícios

Se ambos os cônjuges trabalham, os benefícios que recebem das empresas podem ser conjugados para ajudar na criação dos filhos.

Conta conjunta

Ter uma conta conjunta exige disciplina de parte a parte, mas oferece várias vantagens. Com uma só conta, as comissões são menores, além de comprar em quantidade e a dividir a conta por dois permitir poupar dinheiro.

Benefícios ao sobrevivente

Mais triste de se falar, mas ainda assim importante, é o direito do cônjuge sobrevivo aos benefícios do cônjuge falecido, como a uma parte da reforma, por exemplo.