5 Cursos que os recrutadores gostam

A formação académica pode não ser suficiente para conseguir um emprego. Veja quais são os cursos que os recrutadores gostam de ver nos currículos dos candidatos. E aposte num deles para melhorar o seu índice de empregabilidade.

Línguas estrangeiras

Mesmo para quem não pensa emigrar, dominar pelo menos uma língua estrangeira é crucial para qualquer candidato a emprego. A crescente internacionalização das empresas obriga a que os seus colaboradores mantenham contacto com clientes, fornecedores ou parceiros de negócio de outros países.

Se já tem conhecimentos de alguma língua, opte pelo aperfeiçoamento. Ou inicie formação numa segunda língua estrangeira. Pode optar por um curso mais genérico ou a formação da língua adaptada ao atendimento, relações laborais, hotelaria e turismo ou no domínio da documentação comercial.

Informática

Trabalhar seja em que área for também é descabido para quem não tenha um mínimo de conhecimentos de informática. Se é o seu caso, se nunca trabalhou com um computador, aposte na aquisição de novas competências que vão acrescentar valor ao seu currículo. Nessa iniciação, pode ingressar num curso de processador de texto ou de folha de cálculo, por exemplo.

Técnicas de vendas

Se faz procura ativa de emprego, certamente já se apercebeu do boom de ofertas ligadas ao sector das telecomunicações. Multiplicam-se os anúncios para call-centers ou vendas porta a porta. Se nunca viu em si um comercial e se não sabe como conquistar um cliente para ter sucesso nesta área, aposte num curso de técnicas de vendas ou negociação comercial.

Coaching

Porque o sucesso de uma empresa depende, em muito, de quem está a liderar a equipa rumo a determinado objetivo, a aprendizagem de técnicas de coaching e liderança tem sido muito valorizada pelos recrutadores. Ao frequentar um destes cursos aprenderá as técnicas para coordenar, dinamizar e motivar.

Desenvolvimento pessoal

Mais do que a formação em áreas técnicas e independentemente dos sectores do mercado, os recrutadores procuram as qualidades pessoais do candidato, que denominam de “softskills”. Para que o seu currículo atraia a este nível, aposte em cursos nas áreas da comunicação interpessoal e assertividade, gestão do stress ou gestão de conflitos.