Por muito que tenha, há certas coisas que o dinheiro não consegue comprar. É comum ouvirmos dizer que “o dinheiro não traz felicidade”, mas este é apenas um exemplo do que não se compra.

1. Felicidade

É verdade que o dinheiro compra muita coisa, mas ele não consegue comprar tudo. Além do lugar comum também Miguel Esteves Cardoso escreveu um dia num jornal diário que “O dinheiro não compra a felicidade, mas alivia a infelicidade”. Com dinheiro poderá apenas comprar momentos felizes, ou melhor, momentos em que se distrai dos aspetos negativos. O sentimento em si, contínuo, não compra.

2. Amor

Por falar em sentimentos, o dinheiro também não consegue comprar amor. Há quem diga que, em determinados contextos – como certos casamentos – apenas poderá comprar interesse. Agora, o sentimento amor não tem preço calculável nem é transacionável. O amor não se compra, conquista-se e constrói-se.

3. Saúde

Quem menos posses tem, habitualmente pensa que os mais ricos podem comprar a saúde, por terem condições financeiras para recorrer a certos serviços privados. Não é verdade. O dinheiro não consegue comprar a saúde. Apenas permite comprar os serviços, os cuidados, sendo certo que poderão ser o garante de melhor qualidade ou mais tempo de vida. Mas a saúde não se compra. Por isso é que se diz que o dinheiro não é tudo.

4. Amigos

Pode sair muitas vezes com os seus amigos, pode oferecer-lhes tudo o que o seu dinheiro permitir, mas não os compra. Aliás, nem deverão ser considerados amigos aqueles que apenas estiverem ao seu lado nesses momentos e quando recebem algo em troca. Tal como a felicidade e o amor, a amizade é um sentimento, não um bem material.

5. Bom gosto

O dinheiro não consegue comprar o bom gosto. Pelo contrário. Por vezes, a sede de evidenciar luxos e riqueza traduz-se em muito mau gosto na compra de determinados bens. Comprar caro não é sinónimo de comprar bom nem bonito.

Estas são sem dúvida algumas das coisas mais importantes do que o dinheiro.

O dinheiro pode até trazer muitas desvantagens.