5 Alturas em que se deve (mesmo) despedir

Quando se deve despedir torna-se muito claro, quando se verificam estas situações.

1. Quando os custos são elevados

Quando os rendimentos de trabalho são diminutos e as despesas elevadas (deslocação e alimentação por exemplo), não compensa continuar a trabalhar. Consoante o período de descontos, o trabalhador pode ter direito a algum tipo de subsídio de desemprego.

2. Quando tem outro emprego em vista

Quem tem outro emprego à vista não precisa de pensar duas vezes antes de se despedir. Já quem não tem deve equacionar se a demissão é a melhor opção. Saiba quando se pode despedir sem ter outro emprego em vista.

3. Quando sente muita frustração

Quando o trabalhador se afunda num mau ambiente de trabalho, com pessoas negativas à sua volta, quando não é apreciado pelo que faz e quando não gosta do que faz, o melhor para a sua saúde mental é carregar no botão de escape e despedir-se. É uma decisão difícil mas que tem de ser tomada.

Conheça 6 razões para se despedir e seguir o seu sonho.

4. Quando há falta de respeito

Quando for desrespeitado pela chefia, com a falta de pagamentos, por exemplo, o trabalhador tem direito à rescisão do contrato de trabalho com justa causa.

Para o caso de ser muito desrespeitado, saiba como se despedir com estilo.

5. Quando a saúde falha

Quando a saúde diminui por causa do trabalho encontrou também uma razão para se despedir em breve. O dinheiro que está a ganhar tão arduamente vai acabar por gastar-se todo na conta médica.

Ainda com dúvidas quanto a despedir-se ou não? Faça 4 perguntas a si mesmo antes de se despedir e veja os passos a dar antes de se despedir.