4 Tipos de Depósitos Bancários

Há 4 tipos de depósitos bancários em Portugal. O que os distingue é a liquidez e as condições em que pode movimentar o dinheiro depositado.

O mais comum é ouvirmos falar de Depósitos à Ordem e Depósitos a Prazo. Mas são mais os tipos ou modalidades de depósitos existentes em Portugal. Veja quais.

Depósitos à Ordem

Normalmente sem juros que façam crescer o seu dinheiro, ou com taxas muito reduzidas quando aplicadas – os depósitos à ordem são aqueles que lhe permitem movimentar os fundos sempre que entender. Seja a débito ou a crédito, através de cheques, cartões, transferências, débitos diretos ou cadernetas.

Depósitos a Prazo

Como o nome indica, neste caso cliente e banco definem um prazo de não movimentação do dinheiro depositado. Só no final desse período os fundos são reembolsáveis. São duas as modalidades de Depósitos a Prazo:

  • Depósitos a Prazo com Mobilização Antecipada - A mobilização antecipada do capital pode estar prevista nos contratos relativos a Depósitos a Prazos. Mas essa movimentação está sujeita a penalização sobre os juros.
  • Depósitos a Prazo Não Mobilizáveis Antecipadamente - Quando não é permitida a mobilização antecipada em nenhuma circunstância.

Conheça as vantagens e desvantagens dos Depósitos a Prazo.

Depósitos em Regime Especial

Os chamados Depósitos em Regime Especial são aqueles que se destinam a situações muito concretas. Normalmente, estão associados a produtos como Conta Poupança-Habitação, Conta Poupança Condomínio, Conta Poupança Reformado ou Conta Poupança Emigrante. Por norma, arrastam consigo benefícios fiscais e permitem entregas parciais.

Depósitos com Pré-Aviso

Não tem o capital disponível quando entender. Com este tipo de depósitos, só pode movimentar o dinheiro se comunicar a intenção ao banco com a antecedência definida no contrato celebrado entre as partes.

Quanto à forma de remuneração, os depósitos bancários podem ser:

  • Simples – Remunerados de acordo com uma taxa fixa ou indexada à Euribor.
  • Indexados – A remuneração depende de variáveis como ações ou taxas de câmbio.
  • Duais – Quando se juntam dois ou mais depósitos, independentemente de serem simples ou indexados.

Saiba mais sobre os depósitos indexados e duais.