Por: João Paulo Moura

4 Esquemas de verão a evitar

Apesar de ser verão, não deve baixar as suas defesas. Os burlões não tiram férias e tentam todo o tipo de fraudes, meses quentes de verão incluídos. Estes são 4 exemplos de burlas de verão às quais deve fugir.

Falsas organizações

Tenha sempre a certeza de que está a ajudar organizações fidedignas. Os burlões podem fingir organizar peditórios contra vítimas de desastres como incêndios e aproveitar-se da sua boa vontade.

Ofertas sem fundo

Desconfie de ofertas de viagens ao Algarve em troca dos seus dados ou do seu tempo (para assistir a uma apresentação). Algumas empresas prometem um fim de semana no Algarve ou um cruzeiro em troca de uma assinatura de plano de seguros, por exemplo. O problema é que depois de receber o vale que supostamente daria lugar a uma viagem ou estadia gratuita, você é obrigado a pagar variadas despesas.

Este é um dos esquemas de viagens que deve ter em atenção.

Bilhetes falsos

No verão realizam-se vários festivais musicais, concertos, eventos desportivos e todo o tipo de espetáculos, que esgotam rapidamente. Os burlões prometem bilhetes de última hora a preços baixos, mas levam o dinheiro e não deixam nada em troca. Compre bilhetes em locais de venda reais e não recorra a terceiros, para evitar cair nesta burla.

Empregos fictícios

Os burlões tentam também tirar partido do desassossego dos desempregados, criando anúncios e vagas de emprego falsas. O que eles desejam são dados pessoais para vender a outras empresas ou colocar o candidato a vender produtos de parceiros porta a porta, sem depois pagar nada ao candidato pelo seu trabalho.

Quando vir uma oferta de emprego muita vaga, a oferecer uma boa remuneração, desconfie. Pesquise o nome da empresa na internet, juntamente com a palavra fraude ou esquema. Isto pode-lhe poupar muito tempo, dinheiro e boa disposição.