4 Esquemas de burlas que deve ter em atenção

Cair num esquema de burla é mais comum e fácil do que se pensa. Para o ajudar a fugir a este mal ficam 4 exemplos de burlas económicas.

1. O e-mail prometedor

Pode ser vítima de burla na internet dentro da própria caixa de correio. As burlas mais populares são as promessas de dinheiro fácil, o aviso de que ganhou a lotaria (ou de que o seu e-mail foi escolhido para um prémio e só precisa de enviar os seus dados), as mensagens alarmistas, o pedido de atualização de dados de conta, o pedido de donativos e o contacto confessional de pessoas que nunca conheceu na vida.

Muitas vezes os e-mails copiam o aspeto de empresas reputadas mundialmente para tentar dar mais autenticidade à mensagem. Nunca forneça os seus dados pessoais ou bancários, como o cartão de crédito.

2. Vendedores falsos nos sites de leilões

Esteja atento também aos sites de compra e venda. Certifique-se de estar a fazer negócios com compradores ou vendedores reais, de confiança, e não envie nenhum produto sem ter recebido primeiro o dinheiro. Poderá receber propostas de pessoas que pedem para enviar artigos para destinos como a Nigéria com uma falsa promessa de pagamento e depois acaba por receber ameaças de bancos fictícios para pagar ainda mais dinheiro ao cliente burlão.

Aprenda a fugir às armadilhas das compras online.

3. Pedido de dinheiro em classificados

Quem publica anúncios em classificados, como a venda de um carro, pode receber o contacto de burlões que dizem comprar esse bem, enviando um cheque com um valor até superior ao estipulado. Depois pedem ao vendedor que restitua a diferença, mas na verdade o cheque é falso, não tendo cobertura, e o bem continua por vender, dizendo a vítima adeus ao seu dinheiro.

Conheça 4 fraudes na venda de carros.

4. A esmola grande

Outro esquema que pode encontrar em classificados é bons artigos a um preço baixo. Usando novamente o exemplo do carro, se vir um anúncio com um bom carro a um ótimo preço (como a metade do seu valor), desconfie, pois existe a burla do envio.

O burlão diz que o carro se encontra no estrangeiro, que ele possui um contrato com uma transportadora e que a pessoa apenas tem de enviar metade do valor pedido para iniciar o negócio, normalmente por transferência bancária, Western Union, ou Moneygram. Uma vez feita a transferência, não há nada a fazer, a pessoa nunca chega a ver o automóvel.

Mas não é só online que encontra o perigo da burla. Existem muitos outros esquemas, como os esquemas de viagens.