Manter o orçamento do casamento traçado pode ser uma tarefa inglória. Mesmo o casamento mais planeado, com tudo ao pormenor, pode descarrilar do seu orçamento. Estes são os aspetos a considerar, com os quais deve contar, ao fazer o orçamento do seu casamento.

1. Convidados extra

Há sempre mudanças nas confirmações, pessoas que insistem em ir ao casamento e outras que levam mais companhia consigo. Jantares adicionais e não comparências podem influenciar o valor final a pagar. O recomendado é não aceitar convidados extra, limitando o número de convidados à capacidade do espaço.

2. Reservar tudo separadamente

Uma das coisas que pode agravar o orçamento é reservar todos os serviços inerentes a um casamento (espaço, catering, fotógrafo, banda ou DJ, etc.) separadamente. Há muitos espaços e quintas para casamentos em Portugal que oferecem um pacote com todos os serviços necessários para um casamento por um preço mais apelativo do que fazer as reservas separadamente.

3. Desejos extravagantes

Cada pessoa tem a sua imagem idílica de casamento e as revistas tendem a criar desejos irrealistas para o casamento que não são em muitos casos suportáveis para a carteira dos noivos. Os noivos devem concordar num ou dois desejos especiais de cada um e saber abrir mão de grande parte deles.

4. Despesas de última hora

Convém guardar uma quantia para o dia do casamento. Pode ser necessário para pagar um novo fotógrafo ou hospedar algum convidado, entre outras possíveis surpresas desagradáveis. Se o dinheiro permanecer intocado, ótimo. Serve para a lua de mel.

Não se esqueça de contabilizar as principais despesas do casamento.

Descubra 7 formas de poupar no casamento.