A boa relação com o chefe pode ser colocada em causa por aquilo que se pergunta. Tal como é preciso ter cuidado com aquilo que se diz ao chefe, também é necessário prestar atenção àquilo que se pergunta. Estes são 4 exemplos de perguntas que não deve fazer ao seu patrão.

Posso entrar mais tarde ou sair mais cedo?

Apesar de parecer uma questão inocente, um patrão não gostará certamente de alterações ao horário de trabalho estipulado em contrato. Por mais ocupada que uma pessoa seja (e nunca é tão ocupada como o patrão), ela recebe um ordenado para dar o seu contributo de X a Y horas do dia. Fora desse horário é livre de fazer o que lhe apetecer e de organizar a sua vida da melhor forma.

Posso ir de férias?

O trabalhador deve saber os dias de férias a que tem direito e em que datas marcou as suas férias. Pedir autorização ao patrão para ir de férias equivale a pedir licença para gozar dos seus próprios direitos.

Posso tirar o dia?

Se já tem férias marcadas, os dias do ano especificamente reservados para o descanso, não deve pedir por mais oportunidades de folga.

Posso receber um aumento?

Em vez de pedir um aumento ao chefe como se pede uma prenda aos pais pelo Natal, deve mostrar que merece um aumento. Quando achar que merece um aumento e tiver uma proposta bem trabalhada em mãos para apresentar ao chefe, deve seguir em frente com a sua intenção.

Fique com as perguntas que pode fazer ao patrão.