4 Alternativas ao crédito pessoal

Quem procura alternativas ao crédito pessoal, devido às despesas elevadas que estes normalmente apresentam, pode analisar as seguintes.

Cartões de crédito

Os cartões de crédito sem juros podem ser mais baratos do que um crédito pessoal. Será preciso no entanto utilizar estes cartões de crédito com destreza.

Cheques pré-datados

Quem pensa recorrer a um crédito pessoal para a aquisição de bens, pode, em vez, tentar usar cheques pré-datados. Estes não são contudo aceites em todos os tipos de estabelecimentos comerciais.

Leasing

O leasing oferece geralmente prazos maiores de pagamento e taxas de juros mais baixas. É uma solução utilizada na compra de um automóvel, a titulo de exemplo. Entre uma locadora e o cliente estabelece-se um contrato de locação, durante o qual o carro pertence à primeira.

Subsídios

Não são propriamente produtos financeiros, mas sim rendimentos extras que podem ser relevantes se aliados a poupanças pessoais. De qualquer forma, os subsídios de férias e o 13º mês, quando forem disponibilizados, podem ser uma alternativa ao crédito pessoal.

Outro rendimento extra a que pode ter direito é o reembolso do IRS.

O crédito pessoal compensa?

O recurso ao crédito pessoal torna-se muitas vezes um hábito, quer pelo facilitismo de acesso, quer pelo financiamento rápido que proporciona, ou pelo constante apelo consumista. Porém, o crédito pessoal pode não valer a pena, dadas as grandes taxas que ele acarreta.

Se optar por contratar um crédito pessoal, tenha a certeza que o faz apenas por alguma necessidade extrema e não por devaneio ou para saldar eventuais dívidas.

Tenha ainda em mente alguns cuidados, antes de avançar para um crédito pessoal.