Das mais óbvias às mais rebuscadas, estas são as formas de poupar dinheiro no dia a dia que lhe estão a escapar ou que para as quais devia olhar com mais atenção. Ora confira.

Comprar produtos de marca

Sejam alimentos, roupas, produtos de beleza ou medicamentos, muitas vezes o consumidor está só a comprar um nome, está só a pagar a marca. O nome é que faz a diferença, pois os materiais ou os constituintes são os mesmos. Um exemplo é a marca Salsa, que por engano colocou preços mais elevados nas etiquetas das roupas na abertura ao público, mas como houve muita procura, os preços mantiveram-se elevados desde então.

Pagar em cartão

É conveniente pagar com cartão. Os bancos incentivam o próprio cliente a pagar com cartão e este aceita a sugestão, pois não quer pagar taxas. O problema é que pagar com cartão de débito ou crédito não é a mesma coisa que levantar dinheiro e pagar em dinheiro: não se vê o dinheiro que se gasta nem se sente o peso de dizer adeus ao dinheiro.

Tarefas caseiras

Certas tarefas pode bem fazer sozinho, ficando com o dinheiro para si. Desde mudar o óleo do carro a o lavar, desde jardinagem a cuidados estéticos, pode apostar no seu talento para dar conta dos recados. É mais divertido pagar a si mesmo do que aos outros.

Pressão dos pneus

Não custa nada nivelar a pressão dos pneus (ou limpar o filtro de ar do automóvel). O que custa à carteira é não o fazer com regularidade.

Comprar com fome

Seja quando vai às compras ao supermercado com fome ou quando para na estação de serviço, ceder às pequenas tentações acaba por sair caro. Faça um pequeno esforço: aguente as tentações até chegar a casa (ou saia de casa de barriga cheia).

Televisão por cabo

Apesar de ser publicitada como matéria do futuro, a verdade é que a televisão por cabo é algo do passado. Não faltam serviços de streaming online bem mais baratos, onde se paga apenas por aquilo que realmente se quer ver.

Falta de higiene, desporto e de cuidado na alimentação

Pode pensar que está a poupar ao comer fast-food e que não faz mal nenhum falhar a lavagem dos dentes aqui e ali, mas o problema só está a ser piorado e adiado: mais cedo ou mais tarde tem de gastar uma boa quantia de dinheiro para tratar da sua saúde.

Noites mal dormidas

Simples coisas como dormir mal levam-no a gastar umas boas massas. Depois, ou compra bebidas energéticas, ou tem de beber café todos os dias, ou de comprar medicamentos para adormecer, entre outros.

Idas regulares ao supermercado

Em vez de fazer uma lista e ir ao supermercado uma vez por mês ou semana, a pessoa vai sempre que precisa de comprar algo. Escusado será dizer que as viagens lhe custam mais e que acaba sempre por comprar mais do que aquilo que necessitava.

Lâminas de barbear

Fazer a barba de máquina gasta mais tempo mas também poupa muito dinheiro. Mesmo que faça questão de fazer a barba de lâmina, pode sempre usar uma boa lâmina, em vez das descartáveis que duram pouco e que acabam por sair mais caras.