Incentivos à Criação de Empresas

Os incentivos à criação de novas empresas são disponibilizados de diferentes formas por várias entidades. Para o ajudar a encontrar os incentivos mais adequados à sua ideia de negócio deixamos ficar informações sobre alguns programas existentes.

Microcrédito

microcrédito destina-se a todas as pessoas que apresentem dificuldades de acesso ao mercado de trabalho e projetos capazes de criar rendimentos e postos de trabalho.

Além do microcrédito promovido pela Associação Nacional de Direito ao Crédito, existem os programas Microinvest e Invest+ do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), onde os montantes de investimentos têm um limite máximo de 20.000€ e 200.000€ respetivamente.

Os seus destinatários são desempregados ou inscritos no centro de emprego, jovens à procura do primeiro emprego e trabalhadores independentes com rendimento inferior à retribuição mínima mensal garantida.

O programa Sou Mais resultante da parceria entre o IEFP e a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) presta apoio à concretização de projetos nos mesmos moldes do Microinvest (limite máximo de investimento é de 20.000 €).

PAECPE

O Microinvest e Invest+ inserem-se no programa PAECPE do IEFP para a criação de empresas. O PAECPE (Programa de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego) visa combater o desemprego de longa duração através da criação do próprio emprego.

Os bancos aderentes ao PAECPE são:

Ninho de Empresas

O programa Ninho de Empresas do IEFP proporciona um espaço para o exercício do negócio das novas empresas, nos seus primeiros anos de funcionamento.

Os seus destinatários são:

  • Pessoas com 18 ou mais anos;
  • Entidades privadas com fins lucrativos.

FINICIA

O FINICIA do IAPMEI é um programa que facilita o acesso a soluções de financiamento e assistência técnica na criação de empresas. Os seus destinatários são empreendedores e PME em fase de arranque.

Já o FINICIA Jovem, resulta de uma parceria com o Instituto Português da Juventude e destina-se a jovens com até 35 anos.

Iniciativas Locais de Emprego

Estas iniciativas do IEFP visam apoiar projetos que criem novas empresas e que originem a criação de postos de trabalho para o desenvolvimento local, mediante a realização de investimentos de pequena dimensão.

Os destinatários são jovens à procura do primeiro emprego, desempregados, trabalhadores empregados, mas em risco de desemprego.