Imposto Único de Circulação 2015

O Imposto Único de Circulação 2015 mantém os valores de 2014.

Aumentos no Imposto Único de Circulação em 2014

O IUC sofreu um agravamento de 1% em 2014 tanto para veículos de categoria A matriculados até 1 de Julho de 2007 como para veículos matriculados após Julho de 2007, quer na componente de cilindrada quer na de emissões de CO2.

A alteração em 2014 passou pela criação de um imposto extra para automóveis a diesel. Nos veículos a gasóleo enquadráveis na categoria A e B do IUC incide um adicional de IUC. Foram adicionadas taxas entre os 1,39 e os 68,85 euros.

Consulte a Tabela do Imposto Único de Circulação 2015.

Quando Pagar o Imposto Único de Circulação?

O Imposto Único de Circulação deve ser pago num prazo máximo fixado entre o início do mês anterior ao da matrícula portuguesa e o final do mês da matrícula do carro.

Os condutores que pagam pela 1ª vez o Imposto Único de Circulação têm um prazo de 90 dias, a partir da data da matrícula, para efetuar o pagamento do imposto.

O pagamento do Imposto Único de Circulação é feito no Portal das Finanças.

Cálculo do Imposto Único de Circulação

O valor do Imposto Único de Circulação é determinado a partir da soma entre o valor a pagar por cilindrada mais o valor a pagar por emissões CO2. Este valor é depois multiplicado pelo coeficiente de atualização para o ano da compra.

Tabela dos Coeficientes de atualização

  • Adquiridos em 2007 - 1,00;
  • Adquiridos em 2008 - 1,05;
  • Adquiridos em 2009 - 1,10;
  • Adquiridos em 2010 e seguintes - 1,15.