Economia Paralela em Portugal

A economia paralela em Portugal tem vindo a aumentar nos últimos anos. Em 2011 estima-se que o valor da economia parelala atinja 25% do valor do PIB (Produto Interno Bruto).

Os fatores que contribuem para o aumento da economia paralela em Portugal são a crise, o desemprego, fuga aos impostos, aumento da carga de regulamentação fiscal e o agravamento de impostos.

A economia paralela abrange várias áreas, desde atividades criminosas, à produção para autoconsumo, incluindo também a produção que não é contabilizada por falhas estatísticas e a produção subdeclarada, ou seja, a atividade económica que não paga impostos, produtos e serviços transaccionados "sem factura".

A economia paralela ou informal distorce alguns dos principais dados indicadores do país como o PIB e os níveis de desemprego.

De forma a reduzir a economia paralela em Portugal, o Governo decidiu permitir, no IRS 2012, a dedução do IVA em compras e serviços correntes, até um limite de 5%.

Atualizado em 03/12/2013
Economias, informação útil para o seu dia-a-dia. © 2013-2014 7Graus