Anexos do IRS

A declaração de IRS (Modelo 3) divide-se em vários anexos que têm de ser preenchidos (ou não) conforme os rendimentos recebidos. Os anexos do IRS e os seus destinatários são os seguintes:

Anexo A: Trabalho dependente e pensões

Para contribuintes que tenham recebido rendimentos de trabalho dependente ou pensões. No anexo A devem constar os rendimentos do trabalho por conta de outrem e/ou de pensões de sujeitos passivos e de dependentes (se os filhos tiverem algum rendimento de um trabalho).

Impresso Anexo A

Anexo B: Rendimentos da categoria B - Regime Simplificado / Ato Isolado

Para trabalhadores independentes que tenham auferido rendimentos empresariais e profissionais ou praticado um ato isolado, desde que não inseridos no regime de contabilidade organizada (mas sim em regime simplificado).

Ao contrário do Anexo A, cada trabalhador independente deve apresentar o seu anexo individual.

Impresso Anexo B

Anexo C: Rendimentos da categoria B - Regime Contabilidade Organizada

Para os trabalhadores independentes que tenham rendimentos empresariais ou profissionais e que se encontrem inseridos no regime de contabilidade organizada.

Impresso Anexo C

Anexo D: Transparência fiscal e herança indivisa, imputação de rendimentos

Para declarar a imputação de lucros ou prejuízos de sociedades sujeitas a transparência fiscal, assim como rendimentos resultantes de herança indivisa.

Impresso Anexo D

Anexo E: Rendimentos de capitais

Neste anexo declaram-se os rendimentos oriundos da aplicação de capitais (juros, lucros, dividendos).

Impresso Anexo E

Anexo F: Rendimentos prediais

Para declarar rendas de imóveis e outros rendimentos de origem predial.

Impresso Anexo F

Anexo G: Mais-valias e outros incrementos patrimoniais

Se vendeu um imóvel ou títulos de investimento (como ações) deve preencher este anexo. Devem ser declaradas tanto as mais-valias como as menos-valias realizadas.

Impresso Anexo G

Anexo G1: Mais-valias não tributadas

Aqui declararam-se as mais-valias resultantes da venda de ações ou de imóveis excluídos de tributação. É o caso da venda de ações detidas há mais de um ano.

Impresso Anexo G1

Anexo H: Benefícios fiscais e deduções

A preencher por quem tenha despesas aceites como deduçõesà coleta e outros gastos que justifiquem benefícios fiscais. Este anexo não é individual, devendo ser inseridos os dados do agregado familiar. Veja também o que deduzir no IRS.

É também aqui que se pode entregar parte do imposto (consignação) a favor de projetos sociais.

Impresso Anexo H

Anexo I: Herança indivisa

Para os rendimentos derivados de atividade profissional e empresarial de categoria B relativos a titularidade do falecido.

Impresso Anexo I

Anexo J: Rendimentos obtidos no estrangeiro

Para rendimentos obtidos no estrangeiro de declaração obrigatória.

Impresso Anexo J

Anexo L: Residente não habitual

Para rendimentos obtidos por residentes não habituais em território português, em atividades de elevado valor acrescentado, com carácter científico, artístico ou técnico.

Impresso Anexo L

Anexo SS: Segurança Social

Para os trabalhadores independentes que não estejam excluídos do âmbito pessoal do regime dos trabalhadores independentes.

Impresso Anexo SS

Modelo de IRS e Anexos 2014

A portaria n.º 365/2013 incluiu algumas alterações aos anexos do IRS, nomeadamente nos anexos:B, C, D, E, F, H, I, J, L. Os restantes mantêm-se inalterados.

Os impressos aprovados são utilizados a partir de 1 de janeiro de 2014, destinando-se a declarar os rendimentos dos anos 2001 e seguintes.

Atualizado em 01/04/2014
Economias, informação útil para o seu dia-a-dia. © 2013-2014 7Graus