Ajudas de Custo em 2014

As ajudas de custo são importâncias atribuídas a funcionários da empresa, pela entidade patronal, para despesas de deslocação ao serviço da mesma. As ajudas de custo aplicam-se a estadias completas, ou apenas refeições ou dormidas.

As ajudas de custo estão sujeitas a IRS. O Orçamento do Estado 2013 trouxe várias alterações aos limites máximos não tributáveis.

Limites à Isenção de IRS nas Ajudas de Custo 2014

Nas ajudas de custo que não ultrapassem os valores apresentados, os subsídios não são tributáveis, isto é, são isentos de IRS. Tudo o que ultrapasse o valor máximo não tributável está sujeito a IRS e Segurança Social.

Montantes das Ajudas de Custo

Transporte em automóvel próprio

0,36 / km
Transportes públicos0,11 / km
Transporte em automóvel de aluguer:
Um funcionário0,34 / km
Dois funcionários (cada um)0,14 / km
Três ou mais funcionários (cada um)0,11 / km

Subsídio de Alimentação

Subsídio de refeição diário4,27 euros
Subsídio de refeição diário para efeitos de IRS - até4,27 euros
Subsídio atribuído através de vales de refeição - até6,83 euros

Ajudas de Custo Diárias

Deslocações no país
trabalhadores em geral50,20 euros
administradores, gerentes e quadros superiores69,19 euros
Deslocações no estrangeiro
trabalhadores em geral89,35 euros
administradores, gerentes e quadros superiores100,24 euros